Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Uma caixa dedicada aos seniores

Actualmente o dia a dia das pessoas é um stresse, uma correria, quase ninguém faz as suas tarefas calmamente, e muito menos alguém vai ao supermercado com calma e com tempo. Ou é porque têm almoço para fazer, porque têm alguém à espera, porque vão apanhar o autocarro, porque têm de ir buscar os filhos à escola, porque estão atrasados para o trabalho, enfim.

 

No entanto há um pequeno número de pessoas, que já passaram esta fase de correrias e de stresses, e que agora precisam é de tempo e sossego para fazer as suas tarefas. Refiro-me aos seniores, ou velhotes. Muitos deles precisam de mais tempo, precisam de ajuda, precisam  até, de  ter um pouco de conversa, mas os demais não deixam e pressionam-os. Recentemente uma senhora, reclamava que estava em cima da hora para entrar ao serviço, e dizia referindo-se a um idoso, que estava a demorar imenso para tirar o dinheiro da carteira, "mas porque é  que esta gente vem para aqui a esta hora"!? Não sei se o senhor percebeu, mas fez-me pena, as pessoas a certa altura da vida perdem a agilidade e não conseguem fazer as tarefas mais básicas com a rapidez esperada. Eu posso ajudar a embalar as compras (caso o cliente queira), mas não posso mexer na carteira das pessoas e tirar de lá o dinheiro, tenho de esperar.

 

Há outros velhotes, para quem dois dedos de conversa entre eles e nós, lhes faz bem, anima-os, mas mesmo essa conversa não fazendo com que o processo atrase, as outras pessoas, acham logo que a conversa vai atrasar o atendimento.

 

Eu compreendo que não haja tempo para demoras e que as pessoas tenham os seus compromissos, mas não colidam com  estas pessoas, pois certamente lá chegarão um dia.

 

Do meu ponto de vista, acho que fazia falta a existência de uma Caixa Sénior . Não me refiro a uma caixa prioritária. Refiro-me a uma caixa para pessoas mais velhas, que precisem de ajuda e que não estejam com pressa. Nessa caixa, a operadora atendia a um ritmo mais vagaroso, de acordo com o cliente em questão, o cliente até podia ter uma cadeira para se sentar, caso as suas pernas assim o pedissem. A desvantagem seria, nos dias em que são muitas as pessoas desta categoria, não chegar apenas uma destas caixas, daí eu achar que esta caixa sénior seria apenas uma utopia!

 

Ultimamente tenho assistido a muitas ocorrências, onde as situações com os mais velhos não são  bem compreendidas pelos outros, e custa--me ver e não poder fazer quase nada! Certa vez pedi uns trocos a uma velhota, que demorou uns segundos  a encontra-los e logo um senhor da fila   disse:   "se não lhe tivesse pedido os trocos, já estava despachado"!

 

Enfim, quem sabe um dia, os seniores tenham um atendimento mais  apropriado, eles merecem, pois já trabalharam muito, já passaram por muito e agora mereciam essa atenção!

 

seniorcaixa.jpg

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.