Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

É pelo ambiente - troca de lâmpadas

Está a decorrer esta campanha das lâmpadas. Funciona tal como está escrito na imagem abaixo. Você leva uma lâmpada incandescente, dirige-se ao balcão de informação e em troca da sua velha lâmpada recebe duas economizadoras. Não se esqueça é que o stock é limitado, por isso estão a fazer uma troca por cada cliente, o cliente só terá de preencher um míni-questionário ( perguntas de escolha múltipla)...

 

 

 

 

 

Seria um teste?

Um destes dias, um cliente, fez-me a seguinte pergunta: " Depois se eu quiser trocar ou devolver um artigo, posso?" Respondi que sim, dentro de 15 dias, trazendo o talão e estando o artigo embalado. Então o cliente perguntou novamente: " E basta dizer que quero trocar ou tenho de dar alguma justificação?" eu respondi que era comum as pessoas justificarem. Ele respondeu:" Mas sou obrigado a isso"? Aquelas perguntas já me estavam a por com o pé atrás da orelha, e a fazer pensar que aquilo era para me por à prova. Mantive o sorriso Sonae. Disse-lhe: "se não quiser dar uma justificação, diga isso à minha colega do balcão". Concordou e saiu com as compras normalmente. Acham normal estas perguntas? Nunca ninguém me tinha questionado se temos de dar uma justificação quando vamos trocar alguma coisa, eu sempre dei. Agora imaginem alguém dizer que quer trocar um artigo, mas que não lhe apetece dar uma justificação. É muito radical.