Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Valerá a pena o esforço de ir trabalhar doente?

Acho que depende do tipo de emprego! 

imagem3217.jpg

O meu dia de trabalho de ontem, é para esquecer, mas também para tirar lições.

 

Eu estava praticamente sem voz, afónica, devido a uma constipação. Mas como me sentia bem, e já  estava a tomar antibiótico, fui.

 

Só que os clientes, não me ouviam, e neste trabalho, estando em contacto com o publico, a voz faz-me imensa falta. Tinha de me esforçar imenso, e além das perguntas habituais, ainda tinha de relembrar aos clientes o funcionamento do cupão de 15%.

 

A maioria dos clientes foram extremamente solidários e preocupados comigo, ofereceram-me água, rebuçados, desejavam as melhoras,  no entanto, houve um que disse "você não pode estar aqui assim, é perigoso"! Entendi que ele estava com receio que contagiasse.

 

Pior que a rouquidão, foi uma crise de tosse que tive. A tosse não parava, quase nem conseguia respirar, a cliente que estava a acabar de atender, cheia de cuidados comigo, a tentar ajudar, a perguntar se queria que chamasse alguém, e eu não a não conseguir responder. Queria telefonar para o balcão para pedir para me retirar um pouco, mas não conseguia falar, fiz sinal, porque estava cá atrás, mas a colega não entendeu o que se estava a passar e primeiro fez sinal que eu não podia sair, mas logo a seguir deu-me permissão. Foram uns minutos angustiantes e difíceis.

 

Lição que tirei é que nestas situações o melhor é ficar em casa! Isto porque, estava a atender o público e a precisar da voz. Prejudiquei-me  e deixei os clientes receosos...