Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Pessoas que vão às compras para elas e para os outros

Por vezes tenho a sorte de atender, pessoas  que são uma verdadeira força da natureza, uma lufada de ar fresco. Pessoas solidárias, que vão às compras, não só para elas, como também para familiares, vizinhos, amigos, que nesta altura que o pais atravessa, não podem ir à rua.

Gostaria de partilhar duas histórias.

A primeira, uma jovem mulher, cujas compras eram para ela, pais e avós. O carrinho estava lotado, ela queria ir logo separando, nos sacos. Muito desembaraçada, de um    lado  para o  outro.  Ao mesmo tempo conversava comigo,  simpática, educada, bem formada,  daquelas pessoas que nos fazem sentir úteis. Ao ver eu a dizer ao próximo cliente para aguardar atrás da sinalética, elogiou a minha atitude e disse que não eram só os médicos que mereciam a sua admiração.

A segunda história foi um rapaz, quase que diria, ser menor. Também me disse que era o único da família de quatro elementos que podia sair e ir às compras. Tão desenrascado. Também tinha o carrinho lotado, mas não se atrapalhou.  Educado, simpático, conversador, atento.

São pessoas destas que nos fazem sentir úteis. Que bom seria que existissem mais assim!

3534_m_os_cora__o_shutterstock_108139097_converted

Banco Alimentar dias 3 e 4

bancoalimentar.jpg

Como cliente, nestes dias fui a três supermercados, e dei sempre alguma coisa. Num dos supermercados, quem veio ter comigo, foi uma menina muito novinha, não devia de ter mais de 11 anos, mas soube bem explicar o que pretendia.

 

Como operadora de caixa, fui reparando  que os portugueses continuam muito solidários, os produtos que mais ofereceram foram: arroz, massas, atum, feijões e salsichas, mas também bolachas, açúcar  e óleo, só que, talvez em menor número. Resolvi que no continente onde trabalho iria oferecer o produto que menos tinha registado. E assim fiz, ofereci uma caixa de cereais, pois fazia parte da lista e apenas tinha registado uma caixa a uma cliente. E como mãe, sei a falta que os cereais fazem para dar ás crianças.

embalagem.jpg

Quem participou nesta iniciativa, e o que acharam?

Banco Alimentar Contra a Fome 28 e 29 de Novembro de 2009

 

Nos supermercados e Hipermercados Sonae

Para aderir a esta campanha basta aceitar um saco de plástico entregue pelos voluntários dos Bancos Alimentares Contra a Fome devidamente identificados (localizados à entrada de cada um dos estabelecimentos comerciais) e colocar no seu interior bens alimentares de preferência não perecíveis, tais como leite, conservas, azeite, açúcar, farinha, bolachas, massas, óleo.


Mais informações:
http://www.bancoalimentar.pt/

Ser solidário

ser-solidario[1].jpg 

Olá, ontem recebi um pedido de ajuda e  apelo. E se é para ajudar, vamos ajudar. Aliás peço a todos vós que por aqui passam que também divulguem este apelo nos vossos blogs, de forma a que sejamos muitos. O Lourenço é um menino de apenas 3 anos e precisa de ajuda. Vamos ajudar?

 

Visitem o blog no endereço:

 

http://lourenco_olutador.blogs.sapo.pt/

  

Fiquem com a apresentação do apelo em:

 

http://www.youtube.com/watch?v=vL-FZLYFGXo

 

 

SEXTA - O "nosso" jornal...

No artigo anterior falei sobre a necessidade de estarmos mais informados sobre determinados assuntos por forma a podermos esclarecer melhor os nossos clientes. Hoje, para felicidade minha saiu no jornal "Sexta" que nós distribuímos gratuitamente aos nossos clientes no hipermercado (às sextas-feiras), a resposta a uma das perguntas que os clientes me têm colocado. Está relacionado com os produtos Leopoldina que a "missão sorriso" ( em conjunto com o Continente) coloca no mercado todos os anos. Este projecto consiste num apoio para melhorar os cuidados prestados ás crianças nos hospitais. Deixo então os produtos disponíveis e já sabe que ao comprar já está a ajudar...

 

 

Seja solidário!