Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma...

 

Estamos numa época em que é  necessário atender às causas ecológicas de forma a protegermos um pouco mais o ambiente. Bastava que cada um de nós pensasse um bocadinho nisso e contribuísse de alguma forma para esta nobre causa. Na natureza, o processo de reciclagem é uma constante, “nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”. Posso deixar alguns concelhos para aplicar nesta causa quando vai ao supermercado: para começar, quando for às compras não aceite os sacos de plásticos distribuídos desmesuradamente. Opte por levar sacos de casa, de plástico (sacos verdes)  ou de pano. Depois:

 

 Opte por comprar embalagens com tara fica mais barato e não produzem resíduos, mas caso não seja possível fazê-lo, depois coloque o vidro no vidrão;

 

Escolha produtos em avulso em vez de produtos envolvidos em embalagens permite-nos constatar melhor a sua qualidade ficando também mais barato porque não estamos a pagar a embalagem;

 

Compre produtos reutilizáveis, como por exemplo, guardanapos de pano em vez de guardanapos de papel, já que estes lavam-se e voltam-se a utilizar;

 

 

Embalagem mais resistente, basta ter uma. Por exemplo: a primeira vez que comprar sal opte por uma embalagem mais resistente. Em casa use-a mas não a deite fora. Da próxima vez que se deslocar ao supermercado opte por comprar o sal dentro de sacos de plástico. O sal é o é o mesmo e esta compra é bem mais barata;

 

Adquira embalagens de recarga. Por exemplo: embalagem de sabonete com doseador. Utilize-a e da próxima vez que for ao supermercado compre apenas a recarga. Em casa deverá voltar a encher a embalagem com doseador;

 

Quando adquirir artigos com embalagens recicláveis deposite-as convenientemente nos ecopontos;

 

Embora reciclar possa parecer mais caro do que depositar em aterro, os benefícios ambientais e económicos cobrem o investimento.