Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Dia da segurança e saúdo no trabalho

Cá estou novamente para relembrar que este é o dia da segurança e saúde no trabalho. Agora, devido à pandemia, é ainda mais importante que se assinale este dia.  Mais do que nunca, a sensibilização para a adoção de práticas seguras no local de trabalho é importante e pode até salvar vidas.

Na minha perspectiva, de operadora de caixa, há medidas que são essenciais continuar a ter em conta, nomeadamente o levantamento e movimentação de pesos, o distanciamento social, o uso da máscara, a lavagem das mãos e o álcool gel ( medidas de higiene), o respeito pelos espaços (não invadir para além das barreiras acrílicas), o respeito pela sinalética .

Nós trabalhadores estamos na linha da frente, os clientes precisam de nós e nós precisamos dos clientes, por isso é uma missão em conjunto!

saude2021.jpg

saudesegurotrabalho2021abril.jpg

respeitaroacrilico.jpg

covi19.jpg

imagem567.jpg

respeitarsinais.jpg

realidadeabril2021.jpg

"Eles" não dormem, andam sempre por aí...

osfuracrilicos0321.jpg

Continua esta invasão de espaço, esta falta de respeito pelo acrílico, os fura-acrílicos, não nos dão descanso! Já não sei onde esconder o meu álcool gel. Porque será que está ali um acrílico? Porque será que a empresa investiu na colocação de barreiras acrílicas? Para ficar bonito!? Não! é para não ser transposto!

Até para passarem o cartão continente enfiam-se por ali a dentro, quando podiam passar do lado de fora. É que assim, prefiro passar eu o cartão do que ter de levar com a invasão.

estaodevolta.jpg

osqueinvademacrilicos.jpg

Clientes flexíveis como os gatos e com bichos carpinteiros

Os gatos passam por qualquer espaço sem se magoarem. A explicação é que os gatos não têm clavícula , mas sim uma cartilagem  no lugar, que permite que se consigam mover, esticar o corpo e entrar em lugares estreitos.  

Os clientes desde que existe o acrílico também se esticam todos, enfiam os braços pela janela, invadem o nosso espaço, estão sempre  furar tudo. Ainda não atingiram, que se há um vidro à frente,  é para não entrar/furar. É que não compreendem, é  uma coisa que incomoda. Tenho uma esferográfica à frente e mesmo estando envolta em acrílico já um cliente a conseguiu  apanhar! Quando o vi com ela pensei: " mas como é que ele a tirou e nem vi"!?

Outra coisa, eles parecem ter  bichos carpinteiros, pois também é um desassossego e mexem em tudo, é que há coisas que podem ver com os olhos e não com as mãos. Por exemplo,   tenho um montinho de sacos organizados, e em vez de pedirem, vão lá tirar (para quê, se primeiro tenho de os registar) ! Se meto o spray de limpar o tapete à vista pegam nele e metem nas mãos! Aquilo não é álcool gel! Lá tenho de esconder o frasco.  As faturas, que quando saem em triplicado e fico com uma, guardo-as ordenadamente com um clip atrás da caixa registadora, até aí tentam chegar, porque acham que o papel é deles!

Por vezes,  só me apetece dizer como se diz aos miúdos: "aí não se mexe!"

furaacrilico.jpg

Talvez tenha conseguido passar a mensagem a UMA pessoa

osfuracrilicos09.jpeg

osrespeitacrilicos.jpeg

Estava a concluir o atendimento a uma cliente, enquanto ela procura o dinheiro na carteira, aproveito para ir limpar/desinfetar  o tapete de saída. Entretanto apanho o dinheiro, e quando digito o valor, o cliente seguinte, estica-se para todo, invadindo o acrílico e coloca um pacote de detergente justamente em cima da gaveta da caixa registadora , que, com o peso, não abre para dar o troco.

Eu: - Mas se está aqui este vidro porque não pôs as coisas atrás!?

Cliente: - Era para você me passar isso primeiro para ir logo para o carrinho!

Eu: Pois mas agora este cliente vai ter de esperar porque a gaveta não abriu. É que é só seguir as regras! O tapete até tem cores, há um vidro e mesmo assim, as pessoas não têm cuidado!

Cliente: Pois está bem. Agora já sei!

Depois até pediu desculpa por fazer a outra pessoa esperar que viessem abrir a gaveta.

Se tudo isto deu para uma pessoa aprender alguma coisa, já fico satisfeita!

"Vamos incestar artigos!?"- Pensam eles

osfuraacrilicos200.jpg

Um destes dias, estava eu a atender um dos últimos clientes do dia, quando este, tendo espaço atrás no tapete, atirou um artigo contra o acrílico. Pensei "oh estou quase a sair, não me vou estar a chatear"! Fingi que não vi. Entretanto, a pessoa repete atirando outra coisa. Respirei fundo, e voltei a não dizer nada! Mas à terceira disse. "Mas o que é isto!? Um cesto de basquetebol!?" Não sei se me percebeu! Pelo menos não repetiu a façanha!

Parece que na visão de algumas pessoas, há ali um cesto de basquetebol para incestar artigos!

A função do tapete rolante na caixa do supermercado

https://picasion.com/

Lamentavelmente ainda há muitas pessoas que não entendem a função do tapete rolante. O tapete rolante serve para que os produtos rolem até ao operador de caixa, protegendo da proximidade e de lesões provocadas pelo levantamento de pesos. Protege não só o operador, como o cliente. Para o cliente pode ser só uma embalagem, para o operador são dezenas ao longo do dia!

Mesmo agora com o acrílico lá, a sinalética no tapete, os  clientes insistem em entregar artigos, principalmente os mais pesados, em mão, dizendo que é para ficar no fundo do carrinho, ou porque lhes dá jeito. É tudo uma questão de guardar espaço, de hábito e organização!

Também há operadores que permitem que os clientes entreguem os produtos em mão, ou porque não estão para se ralar, nem se proteger, porque são novos e só estão ali de passagem, e, além do mais dá trabalho"educar" os clientes!

Eu vou continuar na luta!

Tendência acrilica

Já passou cerca de um ano desde o inicio da pandemia em Portugal. entre outros mecanismos, ou novidade, por assim dizer, surgiu o acrílico. Algo visto como um escudo protetor.

caixacompagamentoacrilicado.jpg

Não apareceu somente nos supermercados, como também em outras empresas e serviços, nomeadamente, escritórios, restaurantes, hotéis, salões de beleza, bancos.

Posso até arriscar dizer que os fabricantes de acrílico, tiveram o seu negocio bem activo!

SquarePic_20210307_09535863.jpg

SquarePic_20210307_09544167.jpg

SquarePic_20210307_09545387.jpg

Não posso escrever sobre a eficácia do produto, pois não tenho conhecimento para isso, apenas posso dizer que me faz sentir mais segura. O problema é que dificulta um pouco a comunicação, já que o som, as nossas palavras e as dos clientes, não passam bem, temos de falar mais alto!

Ainda me recordo de no inicio, ter pedido a um cliente para pagar pela janela de pagamento do acrílico e ele ter respondido "então por aqui o vírus não passa, é?" Igualmente me recordo de quantas vezes os clientes não respeitaram o acrílico, transpondo-o, atirando artigos por cima, dando trolitadas nele!

No supermercado onde trabalho, estou quase dentro de uma caixa rodeada de acrílico por todos os lados. Já alguém me disse que estamos bem protegidos, como se fosse uma fortaleza!

Qual a vossa opinião sobre esta tendência acrílica!?

Animais racionais e irracionais

Quando era miúda e vivia no campo, pude conhecer muitos animais. Tive o gosto de conhecer e lidar com animais de rebanho, ovelhas e cabrinhas, principalmente.

Recordo-me bem como eram ordeiras, respeitando o seu pastor e  as cercas.

dans-l-enclos-des-chevres.jpg

Sabiam que se a cerca estava fechada era para não passarem por lá, e quando estava aberta, aí era o seu local de passagem.

247d7abb1d8bc3ab2c5f099b8b34118e.jpg

Já o ser humano ainda não conseguiu entender a utilidade das barreiras acrílicas no supermercado. Certamente ainda precisa de mais tempo. Se uma pessoa tem um vidro à frente, julga logo que é para andar às cabeçadas, ou  a atirar produtos  por cima, pelos lados, mesmo que além das barreiras, haja a ajudar sinalética com as três cores dos semáforos, onde ainda terá de aprender que a zona vermelha não é para colocar artigos, já que existe uma zona verde.

osfuracrilicos09.jpeg

Mas isso é demasiado complicado para se aprender num só ano, é preciso mais tempo, certo!?

Os fura-acrílicos

Diapositivo4.JPG

osfuraacrilicosdiapositivo.jpg

As caixas do continente estão mais ou menos assim, estamos rodeadas de acrílico. Que bom seria se os clientes percebessem a função do dito cujo. Até já me tocaram nas costas mesmo com o "vidro" lá! E estão sempre a querer passar artigos pesados, quando deve ser o tapete rolante a trazê-los até nós! !

Se o acrílico está lá não é para ser invadido ou transposto!