Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

O tempo que as pessoas levam a fazer o pagamento

Não é preciso ficar muito atenta para perceber, que uma das fases que mais tempo demora a concretizar, com determinados clientes, é a fase do pagamento, porque:

 

  1. A carteira está dentro da mala, é preciso tempo para a encontrar;
  2. Depois há uma carteira para as notas;
  3. Outra para as moedas;
  4. Outra só para cartões;
  5. Outro lugar para os cupões (envelopes), que demora a procurar, e caso não os encontre, o cliente diz "posso ir imprimir?"
  6. Quando é para usar a aplicação, ainda têm que a ativar, quando a podiam ativar logo que cheguem é fila ( pois tem uma duração de 20 minutos).

 

É um exemplo relacionado com senhoras, mas os senhores também demoram, pois alguns,  usam o bolso das calças para uma coisa, o bolso da camisa para outra.

 

Por acaso há aqueles senhores que usam mala própria de homens e esses conseguem ser mais organizados que algumas senhoras!

 

Enfim, tempo é dinheiro e quem espera desespera!

pagamento.jpg

Pagar só depois de tudo arrumado?

pagardepois.jpg

Por vezes eu sou uma pessoa muito observadora e concentrada, mas por outras, sou  distraída e deixo passar algumas situações,  à minha frente, sem me dar conta!

 

No entanto,  no meu universo, de pessoas que atendo na minha caixa, tirei uma conclusão: grande parte das pessoas aprecia o facto de nós auxiliarmos e esperarmos que o cliente arrume as suas compras e só depois lhes perguntar-mos, se tem cartão, se tem cupões e lhe pedirmos o valor. E por vezes, o tempo  que se demora é o mesmo, pois não adianta, o cliente deixar os artigos por arrumar a meio, para ir á carteira e pagar, se depois, temos de esperar que retire os artigos. E uma coisa eu não faço: ter produtos de um cliente ainda no tapete, ainda que embalados, e começar a registar as compras do cliente seguinte.

 

Um dia uma cliente, não quis ajuda a embalar porque queria separar as compras, porque tinha artigos para duas casas diferentes. Eu deixei que a senhora arrumasse, até os arrumou num instante. Vi que ficou agradada de ter este tempinho. A pessoa até pode deixar os cartões a jeito no inicio de colocar as compras, se tiver tempo.

 

Também há clientes que são um speed arrumar as compras, que nem deixam o cliente que estava a sua frente sair, já lá estão a preparar os sacos...

 

Mas seu perguntasse a cada cliente, julgo que a maioria gostaria de ter tempo e espaço para primeiro arrumar as compras, ou dentro de sacos, ou apenas dentro do carrinho a granel, mas só lhes pedirmos o dinheiro, os cartões etc, quando tudo estivesse acondicionado.

 

Estou certa?

A "moda" do pagamento do subsidio de refeição em cartão

Pois é, esta moda, das empresas pagarem o subsídio de refeição em cartão, generalizou-se por toda a parte. Existem imensos cartões, com imagens diferentes uns dos outros, por isso deduzo que haja várias entidades a geri-los. Digo isto, sem conhecimento de causa, é apenas uma dedução minha! Mas nem tudo é perfeito, porque as pessoas não podem colocar estes mesmos cartões no multibanco e saber o seu saldo. O que acontece, é que muitas vezes, porque o saldo não é suficiente, o cartão não funciona. Se pelo menos, o cliente soubesse que saldo tinha, dava para nós retirarmos o valor que o cartão tinha e o cliente pagar o valor restante de outra forma.

 

Mesmo assim, muitas vezes o cliente, acha que tem um valor, mas tem outro, porque se esqueceu que afinal já gastou parte desse mesmo valor. Só em casa ou num outro local com acesso à internet, é que o cliente tem acesso aos movimentos, e aos saldos.

 

Também já conheci casos em que o portador do cartão, não sabe lidar com a internet, não tem internet... e usam um bloquinho para anotar cada vez que utilizam o cartão...

 

Muitas vezes demoramos mais tempo, porque temos de ir experimentando valores até  acertarmos no saldo do cartão. Se é que estão a imaginar o cenário; o embaraço de quem tem o cartão e a impaciência de quem está na fila.

 

Enfim, o surgimento destes cartões, pode ter trazido alguns benefícios, mas também trouxe algumas complicações, principalmente, para as caixas de supermercado!

Quando o pagamento é feito por multibanco

Como sabem quando o pagamento é feito por multibanco, a maior parte das vezes são os clientes que colocam o cartão lá no aparelho. O problema é que muitos clientes têm tanta pressa que colocam o cartão antes do tempo, antes de sequer dizermos o total. E depois têm de o tirar, tenho de cancelar e fazer tudo de novo. E tudo isso faz com que a pressa dê em demoras! Não custa nada esperar ouvir o total, depois nos informarem que vão pagar com cartão, onde nós  encaminhamos o processo lá nas teclas (TPA) e de seguida o cliente introduz o cartão e confirma o valor! Simples, não?

 

 

Opinião em relação à limitação de pagamentos com cartões

A propósito da nova  medida  do PD, queria deixar a minha opinião não só enquanto cliente, mas também enquanto operadora de caixa, neste caso do Continente.

 

 

Como cliente: Raramente trago dinheiro na carteira, uso sempre o multibanco. É muito mais prático, o dinheiro está sempre trocado. Se chegar a um sítio e me disserem que, por exemplo, só aceitam pagamentos a partir de 5€, sou capaz de deixar de comprar as coisas, porque ir procurar um multibanco, ter de levantar pelo menos 10€ (já que o multibanco não dá menos), torna-se uma perda de tempo.

 

Como operadora de caixa: Constato que muitos clientes pagam baixas quantias em multibanco, mesmo pão, um caderno, uma bebida. Aliás só os mais velhotes, e porque não se entendem bem com os cartões, é que pagam baixas quantias com moedas ou notas baixas. Imaginem o seguinte cenário: estão no fim do mês , e sabem que no vosso cartão apenas estão 9€, precisam de comprar iogurtes para as crianças, e não dá para fazer um levantamento. A única maneira seria pagar com o cartão, ou, no seu impedimento, não comprar os iogurtes. Achariam justo?

 

Espero realmente que esta medida não se concretize, e mais, espero que a mesma não chegue ao continente! Não quero, como operadora de caixa,  ter dizer aos clientes que se não tiverem outro meio de pagamento, que não em dinheiro, terão de lá deixar os produtos!

Cartão de pagamento Continente

 

Noto muitas vezes que os clientes se sentem intimidados ao usar este cartão, pois quando pergunto qual a modalidade que querem usar, muitos sussurram baixinho "pagar em três vezes" ou "fim do mês"! Pelo menos um cliente, já me responde em código, diz "72" - que é a modalidade três vezes . Se calhar os clientes (alguns) preferiam responder em código em vez de em frases!

Mais privacidade para pagamento com o multibanco

Eu não queria tornar-se chata e repetitiva, mas sei que por vezes sou! Só hoje tive na minha caixa dois percalços, porque quando o cliente que estou a atender quer marcar o código do multibanco, tem sempre a sensação de o que o cliente seguinte está a espreitar o código. Tudo isto acontece, porque as pessoas não dão o devido espaço e privacidade a quem está a marcar o código. Gostava que a atitude de se afastarem partisse das pessoas de uma forma consciente e não ter de ser eu a chamar atenção!

  

Sou eu que pago! Não, sou eu!

Duas mulheres, amigas suponho, discutiam quem ia pagar a conta! Parecia uma cena de malucos! Uma empurrava a outra. Uma disse-me " não aceite o dinheiro dela, é falso"! A outra dizia : " eu sou mais velha, eu é que pago"! Ali estiveram, como se fossem miúdas de escola! Até foi engraçado, haver algo que quebrasse a monotonia, mas será que não podiam ter decido quem ia pagar num outro momento? É que depois já não eram só duas "tontas" eram três comigo, pois eu já não sabia para onde me virar...

 

Dicas para os clientes

 Há clientes que não sabem que podem pagar uma conta com dois meios de pagamento, ou seja, uma parte com dinheiro e outra parte com Multibanco; também podem pagar uma mesma conta com dois Multibancos é só dizer a quantia que quer utilizar em cada um. 

 

Assim, quando o dinheiro não chegar não precisam de dizer" espere só bocadinho que vou ao multibanco levantar" podem usar o multibanco para pagar o resto. Espero que esta informação vos tenha sido útil...