Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Se quer/precisa de prioridade, peça, solicite, avise

Era sábado. Havia filas. Nestes momentos a minha preocupação é ser o mais profissional possível e ser despachada.

 

Quando chega a vez de uma jovem (acompanhada por uma senhora mais velha) diz-me :

 

Jovem - Você tem de ter mais cuidado, porque agora não dar prioridade é crime!

 

Olhei para a jovem que me pareceu normal, supus que fosse gravidez, e disse-lhe:

Eu - Sim, mas se conhece a lei, também deve saber que é o cliente prioritário que tem de se manifestar, principalmente se o facto não é visível.

 

Ela a rir-se responde:

Jovem - Não é visível!? Oh por favor!

 

É quando olho para o chão e vejo que tem uma ligadura na perna do joelho para baixo, e respondo:

Eu - Pois é, mas eu não estou a olhar para baixo. Não custava nada pedir...

 

Mesmo sabendo que tem de ser o cliente a solicitar a prioridade, já muitas vezes, ao ver alguém nestas condições, eu pergunto ( e uma vez um senhor disse-me que eu não podia perguntar, que tinha de deixar que me pedissem, porque era assim que estava na lei), mas neste caso não vi...lojista.com.jpg 

Acho que não havia necessidade deste tratamento por parte desta jovem, parecia que me estava a ameaçar. Será que agora, além de todas as tarefas que estou a fazer, tenho de estar a ver se há alguém prioritário? Ainda há dias uma outra jovem que tinha um bebé, disse que não queria prioridade...

 

Creio que faz todo o sentido que seja a pessoa a se manifestar. Aliás se repararem, em muitos locais junto ao cartaz do aviso de prioridade, há um pedido para que avise o funcionário, porque ele não adivinha se é prioritário e se quer usar esse direito...

 

Não existe qualquer lei que regule o atendimento prioritário

 

Não existe qualquer lei que regule o atendimento prioritário. Ter esta caixa é opção da empresa e é a esta (empresa) que compete regular o seu cumprimento... É a operadora ou a cliente que tem de pedir permissão á fila (delicadamente)  para que lhe cedam lugar.

 

Encontrei este escrito algures e queria partilhar com os visitantes e amigos…