Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Um escrito vale mais que uma frase dita oralmente

Muitas vezes é complicado agradar a todos. O que para uns é bom para outros é mau! Desta vez refiro-me ao ensacar as compras. Num destes sábados cheios de movimento houve clientes a irem ao balcão de informação deixar uma reclamação, mais ou menos assim: " porque é que os operadores de caixa têm de nos embalar as compras? Se fossemos nós a embalar não tínhamos de estar tanto tempo á espera!" Mas muitas vezes, também se queixam de nós não embalarmos. O ideal seria  as pessoas entenderem que nós operadoras, e porque é uma regra da administração, apenas somos "obrigadas" a embalar os produtos frescos. Tudo o resto, nós apenas ajudamos por cortesia ao cliente, e também porque se o cliente está a colocar os artigos não vamos deixar acumular as coisas!

 

Para este problema diminuir um pouco, eu sugeria que se fizesse um cartaz, daqueles que ficam pendurados na linha de caixas, a sugerir diplomaticamente ao cliente que ajude a embalar as compras por forma a apressar o momento. Se aqui há uns tempos havia um cartaz a dizer que "se tiver mais de duas pessoas á sua frente abrimos uma nova caixa", (cartaz que teve de ser retirado, pelos problemas que dava o seu incumprimento) porque não fazer um cartaz com esta sugestão? É que um escrito vale mais que uma frase dita oralmente! E de certo que assim os clientes iam aceitar melhor a ideia!

 

 

E onde é que isso está escrito?

Esta é uma observação que muitas vezes os clientes utilizam, quando há uma situação direccionada para tal. Por exemplo, perguntam se podem levar os carrinhos/cestos à rua, digo que não e eles respondem:"E onde é que isso está escrito?" Outro exemplo, digo que não se pode comer dentro no supermercado, e voltam a fazer esta mesma observação. São apenas dois exemplos, mas há muitos outros.

Será que havendo regras escritas as pessoas aceitavam melhor as coisas? Parece-me que sim, mas se calhar, depois vinha a desculpa que não leram ou que não viram.

4526870.jpg