Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

É preciso ter muita paciência no atendimento ao público

Uma cliente estava a arrumar os seus artigos nos sacos, quando me diz que se esqueceu de uma coisa e que vai, num instante, buscar!

Entretanto o tapete começa a ficar cheio de coisas, eu termino o registo e a senhora, nunca mais volta. Com a intenção de despachar as coisas, para que os outros clientes não fiquem á espera, vou embalando as compras da senhora nos sacos, colocando os detergentes nuns sacos e os alimentos em outros. Quando ela regressa, não trazia um, mas vários produtos. Quando vê que embalei os artigos nos sacos, despeja-os, dizendo que, tinha de levar as coisas separadas, porque havia coisas dela e outras da mãe!

De vez em quando, surgem estas pessoas assim, sem noção. Só fez foi empatar os outros clientes. Nós por vezes queremos ajudar, com o embalamento nas compras nos sacos, e as pessoas, são cheias de critérios para as compras irem nos sacos!

É preciso ter muita paciência!

atendimentoaopublico.jpg

O homem que se desenrasca bem sem ajuda

Estava a ajudar uma cliente já com alguma idade,  a embalar as compras, sim, porque nós ajudamos, principalmente se as pessoas compram sacos e percebemos que com uma ajudinha, as coisas funcionam melhor, e mais rapidamente. Mas muitas vezes, as pessoas, querem separar as compras à sua maneira nos sacos e preferem fazê-lo elas próprias!

 

Também é complicado ajudar, quando dizem, "não misture isto com aquilo"; "não junte os alhos com os bugalhos", ou "isso cabe tudo num só saco" (e é mentira), e depois somos nós a rebentar com o saco, e elas ficam todas contentes porque foi a operadora que estragou!

 

Enfim...mas isso já seria outro assunto.

 

Voltando, ao atendimento, a  seguir está um senhor, aí de uns quarenta e tal anos. Pede sacos, pergunto se precisa de ajuda e ele responde:

- Não! Acho que ainda me posso considerar um homem desenrascado!

 

"Querem lá ver que ofendi o senhor"! - Pensei.

Lá consegui dar a volta ao assunto, e penso que o senhor entendeu que não lhe fiz a pergunta, por o considerar incapaz, ou lento, mas sim por cortesia!

herois-a-portuguesa.jpg

Um comentário que recebi

Queria partilhar um comentário que me deixarem num post com o titulo: " O ensacar das compras dos clientes" aqui. É que realmente as pessoas não entendem que ao serem elas próprias a ensacar as compras, demora-se menos tempo e as filas seguem a um ritmo mais acelerado.xaixa.jpg

«Devia ser o vosso trabalho, é que se estão la para passar produtos em frente a um sensor também eu o faço.  No estrangeiro (cá nunca vi, mas talvez as haja)  há em muitos sítios caixas self-service nas quais o cliente passa os produtos, paga e ensaca. Mas é tipico do "tuga"  fazer o mínimo possível e da pior forma possível. Fica aqui a minha sincera opinião, caixas que não ensacam são inuteis, mais valia porem self-service em todo o lado  se a única coisa que querem fazer é o "beep-beep " e atirar com os produtos para o outro lado da caixa. E sim sei que fazem outras coisas para além de estar na caixa mas sinceramente, se lá estão que seja para fazer alguma coisa ou entao ponham máquinas. Cumprimentos»