Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Cuidado com certos velhinhos...

velhinhossupermercado.jpg

A nossa tendência, pelo menos, falo por mim, é achar que os velhinhos são ingénuos indefesos, incapazes de nos tentarem enganar, coitadinhos, já que muitos deles vivem da sua pequena reforma e querem mais é que não os enganem a eles.

 

No entanto, já assisti a algumas situações, que me deixaram, pelo menos, da dúvida. A mais recente foi um senhor que após eu lhe ter dado o troco, afastou-se e depois voltou lá, e disse que eu lhe tinha dado mal o troco e faltava dez euros. Verifiquei o talão, realmente tinha de lhe dar uma nota de dez. Pensei será que não dei?! Estava muita gente, e para não estar a perder tempo a contar tudo o que tinha na caixa, para ver se sobrava aquele valor, dei-lhe a nota de dez euros. Mas como fiquei na dúvida registei o dia. Quando veio a folha de quebras lá estava, uma quebra de 9,99€. O cêntimo de diferença, foi possivelmente algum cliente que não tinha um, e desculpei, ou algum que não quis esse troco, porque por vezes acontece.

 

O senhor até pode nem ter feito por mal, ou pode ter perdido a nota, e ter achado que eu não lha dei, mas, fica sempre a dúvida! O melhor mesmo é confirmar...

 

A prioridade começa logo em cima do tapete?

ondepara.jpg

Estava a falar sobre as novas regras de atendimento prioritário com os clientes, e uma cliente faz a seguinte pergunta: "Se eu já tiver as minhas compras em cima do tapete e chegar um cliente prioritário, eu vou ter de empurrar  as minhas compras, ou mesmo retirá-las para que esse cliente seja atendido à minha frente?" Respondi: "Julgo que sim"! E a senhora responde: "Pois mas aí, acho mal, acho uma falta de respeito por mim, ou quem estiver nessa situação.  Prioridade, sim, tudo bem, mas...até ao momento em que  os produtos estão dentro dos carrinhos e não quando já estão em cima do tapete"!

 

Bem vistas as coisas a senhora tem uma certa razão. Por isso, acho que esta parte, terá de ser melhor esclarecida...