Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Pedido de material escolar no supermercado

Hoje, à porta do no supermercado onde trabalho, estavam a entregar um saco  e a pedirem material escolar. Os próprios voluntarios e até os escoteiros diziam que era material escolar e estava escrito no saco, no entanto, algumas pessoas assumiam que era alimentação, e lá iam com pacotes de esparguete e latas de salsichas, eu ainda disse a uma senhora que não era comida, mas ela respondeu: "ah é, então se quiserem a comida querem, se não, olha,  fico eu com ela!"

 

Que eu me lembre costuma haver três tipos de pedidos : alimentação (exemplo banco alimentar) ; associações de animais (exemplo animalife) ou o material escolar (exemplo caritas)... mas as pessoas andam sempre com tanta pressa que nem ouvem o que lhes pedem nem lêem...é tudo a despachar!

 

imagem5.png

Recolha de material escolar no supermercado continente

PeditorioContinenteSupermercado.jpg

Hoje e amanhã vão estar vários voluntários (Caritas e IAC Instituto de Apoio á Criança) nas lojas Sonae a pedirem material escolar. O objectivo é garantir que nada falte aos estudantes cujas famílias estejam a atravessar momentos de dificuldade económica. O que estes voluntários pedem, são bens essenciais para o estudo,  como cadernos, canetas de colorir, dossiers, mochilas, calculadoras, entre outros.

 

Neste primeiro dia, e na minha perspectiva como operadora de caixa, acho que está a correr bem, muitos  clientes traziam no seu saquinho  boas ofertas de material escolar. Também aconteceu, aqueles clientes, mais distraídos, invés de material escolar, trazerem, bens alimentares. Mas depois, eu explicava, e eles voltavam atrás para fazer a troca, e confidenciavam que com a pressa nem tinham ouvido o que os voluntários tinham dito, e como o costume é pedirem comida, deduziam que comida fosse!

 

Mesmo que seja apenas um caderno ou um lápis, o que importante é ajudar, e como  diz o slogan da campanha «É capaz de lhes dizer que não?»