Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Mais uma caderneta do continete

Desta vez são umas caixas de vidro para conservar os alimentos, tendo uma bomba de vácuo, o que faz com que os produtos estejam frescos durante mais tempo!

Os selos continuam a ser virtuais, e pode ter acesso a eles, pela aplicação, vendo quando sai o talão ou no dispensador de cupões! Basta passar o cartão, ou a palicação.

image1234JPG.webp

SquarePic_20240120_15024150.jpg

SquarePic_20240120_15020438.jpg

1024.jpg

zwilling.png

A educação também se podia utilizar

Não sei se as regras são iguais em todos os supermercados, mas, no "meu" deixou de existir uma caixa prioritária, uma vez que todas as caixas agora, o são. No entanto, no supermercado onde trabalho há uma caixa mais larga que tem a uma placa que diz "caixa apta a cadeira de rodas".

 

Eu estava nessa caixa, havia fila. Uma jovem estava com carrinho de bebé atrás e na frente estavam duas senhoras. Segundo as novas regras, o cliente prioritário tem de se manifestar, ou seja, tem de informar quem está à frente que é prioritário e pedir licença para passar, é uma questão de educação.

 

Mas a jovem mãe não se manifestou, apenas começou a falar pro ar. As senhoras estavam de costas não se aperceberam. Como eu percebi a situação, e como antes, nós intervínhamos e ajudávamos, informando que a pessoa ia passar porque tinha prioridade, eu falei. A jovem disse: "pois essas senhoras fingiram que não me viram!" Eu disse que ela própria é que tinha de pedir. E ela responde: "mas estas pessoas não tinham nada que vir para esta caixa"! E, novamente,  eu expliquei à jovem mãe, que podiam sim, porque todas as caixas eram iguais e funcionavam da mesma forma. A rapariga, lá passou com o carrinho do bebé e as suas compras.

 

Quando esta saiu, as senhoras mostraram-se admiradas com a atitude da rapariga. com a falta de bom senso e com o facto de as estarem a acusar de elas fingirem que não a tinham visto.

 

Isto está a correr mesmo bem, cada dia, há uma pra caixa!

 

imagemj78.jpg

Boas ideias

Hoje estive numa caixa da concorrência, mais propriamente de um Mini-preço. Admiro muito a disposição das caixas deste supermercado. O acrílico que separa a operadora do cliente é bastante alto e longo. Assim, o cliente não pode invadir o espaço da operadora. Não lhe tira os artigos das mãos, não lhe rouba a caneta, não lhe tira os sacos, não lhe atira as moedas para cima, não se debruça sobre o visor, tapado a visibilidade à operadora. Além disso o tapete do lado de fora tem um separador ao meio, o que faz com que o cliente que já foi atendido ainda tenha uns segundos para arrumar as suas compras, não impedido a operadora de começar logo a atender o cliente seguinte.

caixaminipreco2014.jpg 

As caixas self-service...

 

Em alguns supermercados nomeadamente Modelo Continente e Jumbo, foi implantado o sistema das caixas self-service. Nestas caixas o cliente faz as operações sozinho. Como os portugueses gostam de coisas novas penso que deve de estar a correr bem, porém também acredito que deve de haver clientes a achar que os estão a pôr a trabalhar de graça. De qualquer forma deixo aqui alguns pontos a ter em conta para quando se dirigir a uma dessas caixas.

Como é que funciona o sistema de caixas de pagamento self-service?

1 - O cliente faz compras como normalmente.
2 - O cliente dirige-se a uma dessas caixas e pousa o cesto no suporte.
3 - Retira o primeiro artigo do cesto e passa o código de barras pelo leitor.
4 - Coloca o artigo no saco e repete o passo anterior e este para cada um dos artigos do cesto.
5 - Quando chegar ao último artigo entra em formas de pagamento e escolhe a (s) forma (s) de pagamento desejada (s).
6 - A Caixa Self-Service aceita todas as formas de pagamento já aceites noutras caixas: Numerário, Cartões Multibanco ou Crédito, Cheque, Talão Continente, Vales de Fornecedor, Cheque Universo, etc.
7 - No final retira o troco se tiver pago em numerário, o talão de compra, os sacos e eventuais talões de desconto.
8 - Imediatamente a caixa fica pronta para utilizar pelo próximo cliente.
9 - Em caso de dúvida há uma assistente sempre pronta a ajudar.
Este sistema permite uma grande facilidade de utilização, na medida em que existem instruções escritas, faladas e mensagens de ajuda (em português e inglês) em caso de engano por parte do cliente.

 Enfim espero que esta inovação não venha a tirar o emprego aos funcionários, uma vez que o caminho para o futuro parece estar todo entregue ás máquinas…