Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

As compras na quadra natalícia

Olá a todos! Peço desculpa pela ausência. Nem sempre há tempo ou nem sempre há situações novas.

No entanto, nem última semana, têm surgido situações próprias da quadra natalícia. Situações de ainda mais correrias, pressas, intolerâncias! A Pesar de ser mais do mesmo, resolvi partilhar!

Tenho notado uma grande afluência, muitas pessoas e carrinhos cheios. Tenho de memória que em anos anteriores, as pessoas deixavam as compras mais para os últimos dias, mas este ano, começaram mais cedo. Totais de 200, 300 e até 400 euros. É bom sinal, pois significa que há dinheiro.

Ao mesmo tempo presenciei algumas situações de discussões entre clientes, tudo por causa das pressas. As pessoas vão ás compras, passeiam calmamente pelos corredores, encontram um amigo ou conhecido, trocam dois dedos de conversa, mas depois quando chegam à caixa, e percebem que há filas, ficam cheios de impaciência!

Quando abre uma caixa nova, a operadora ou operador diz "podem passar a esta caixa por ordem de fila", ora acontece que um cliente chegou naquele momento, naquela direção e pimba, ocupou o lugar. Claro que quem já estava nas filas, não gostou e uma senhora, manifestou-se, reclamando e o senhor, chico esperto, ainda disse "disseram por ordem de fila, mas não disseram de qual fila, já que há várias"!

E lá trocaram os seus galhardetes!

Se as pessoas fossem ao supermercado com tempo, com organização, tolerância e paciência, as coisas ficavam mais fáceis! Já se sabe, à partida, que nestas alturas, o movimento é grande! 

Boas compras e muita calma!

cuidados-compras-natal[1].jpg

Nos últimos dias do ano

Nos últimos dias do ano, principalmente no dia 31, as pessoas andavam numa correria às compras. A diferença entre o dia 24 e o dia 31, foi que no dia 24 por ser véspera de natal as pessoas, apesar da correria pareciam mais amáveis, talvez um pouco inundadas pelo espírito de natal; no dia 31 as pessoas estavam menos simpáticas, mais reclamadoras. Se não conseguiam encontrar algum produto por estar em falta, faziam logo escândalo. Na minha caixa uma senhora dizia: "como é que deixaram acabar o caldo verde numa casa destas!"?

 

Enfim...agora que estamos janeiro, creio que chegou a bonança!

 

 

Porquê esta azafama pelo natal?

Dizia hoje uma cliente:"...mas se o menino Jesus nasceu tão pobrezinho, no meio de um burrinho e de uma vaquinha,  nem roupa tinha, nem uma manta para se tapar, teve de se tapar com palhinhas...porque é que nós andamos aqui nesta correria a chocar uns com os outros e a comprar tantos luxos!Porquê"!?

  

Post com recorte no {#emotions_dlg.happy}

 

Azafama

Com a fusão da marca Continente e Modelo, ou melhor,  com a extinção da marca Modelo, o supermercado anda com pequenas remodelações. Ouvem-se ruídos, vêem-se mais pessoas em movimento, há a mudança do logótipo no exterior. Enfim, tudo dá o seu trabalho! Os clientes, fazem perguntas, ficam admirados, alguns até incomodados e mesmo assim há quem passe por lá e não tenha reparado em nada!