Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Os animais, são os melhores amigos do mundo!

Sempre que há uma feira no Continente, e essa feira está nos meus gostos, eu gosto de a publicitar. Normalmente, as minhas feiras sazonais do Continente preferidas são: do bebé, do livro, do material escolar, dos brinquedos. Hoje é a dos animais, porque eu também gosto muito dos animais, porque eles são os melhores amigos do mundo! Visitem a feira, há muitos descontos em cartão!

 

 

Ver folheto !

 

Nota: as datas da feira, não são iguais em todos os Continentes

Humor entre amigos!

Estou atender um homem que comprava uma saca de ração para cães de 20Kg da marca continente (a nossa marca branca). Chega pelo outro lado um colega seu e diz :" Olá, estás bom? Então vieste comprar o almoço!?" Ao que este responde :" Pois...vim...mas isto é muito para mim, não queres almoçar comigo?"! Então começaram os dois a rir na paródia e o colega do cliente que eu atendia ainda respondeu: " Eu só como pedigree"!

 

E assim se divertem... e animam quem os ouve.

 

Não há lei

 

 

Aconteceu com uma colega que trabalha num supermercado de outro grupo, pedir dispensa para ir ao casamento da irmã e não terem dado autorização. Pelo que sei não está no código do trabalho nenhum artigo que fale sobre o assunto ou que autorize essa dispensa, o que é lamentável, mas e o lado humano? Afinal não somos máquinas, temos família, amigos. Não é suposto os patrões quererem os seus empregados satisfeitos? O resultado dessa dispensa não iria ao fim e ao cabo ser benéfico para ambos? Essa colega não foi ao casamento da irmã (com medo de perder o emprego, pois disseram-lhe que podia acontecer)   e passou o dia a chorar...

 

Desde que estou nesta empresa já fui a alguns casamentos, sempre pedi autorização com antecedência e sempre fui atendida. Nesse aspecto não tenho que me queixar.

 

Era bom que houvesse mais estas pequenas cedências, ainda que justificadas e até quantificadas (para não haver abusos, porque depois, por causa de uns pagam outros); e que a falta para ir a um casamento de um parente próximo ou mesmo amigo não fosse motivo para despedimento por justa causa!