Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Os sacos de rede para a fruta são uma boa opção

IMG_20200306_195542_027.jpg

No supermercado, as bananas da madeira que antes vinham plasticadas, agora numa medida de evitar o plástico, estão apenas só com uma fita á volta do cacho. No entanto, alguns clientes, vão ao rolo dos sacos disponíveis na frutaria e colocam as bananas dentro dos mesmos.

Em alguns supermercados, já existe na frutaria a opção de uns sacos de rede reutilizáveis. 

Quando estes existirem em mais supermercados, pode ser que haja mais adesão por parte das pessoas, até porque, os sacos habituais de plástico da fruta, rompem-se facilmente.

Os cinco R's para ajudar a diminuir os sacos de plástico

os5rsacoslupablog.jpg

Então vamos a eles, pela ordem, de importância, na minha perspetiva:

 

Recusar: Recuse o saco de plástico e use um ecológico!

 

Reduzir: Se ainda não os consegue   recusar, use apenas, o indispensável em plástico, use só UM  para os produtos do frio, já é um bom começo!

 

Resguardar: Para que depois de uma utilização  não vá logo para o lixo, tenha algum cuidado, para que não se rompa ou estrague. Pode dobrá-lo bem dobradinho, e guardá-lo na mala, ou no caso  dos senhores, no bolso das calças, no porta-luvas do carro!

 

Reutilizar: Já que o está a usar, use-o mais que uma vez! Use-o para outros fins. Por exemplo para levar a fruta que foi apanhar ao pomar.

 

Reciclar: E no fim de tudo, coloque-o no ecoponto correto, ou troque-o, e deixe que seja o estabelecimento onde o comprou, a fazer a reciclagem !

 

Se cada um fizer uma parte o ambiente pode ficar melhor

 Não sei se sou eu que ando mais atenta, ou se ultimamente se tem  falado muito do ambiente, do plástico, e do impacto ambiental que o mesmo tem sobre o planeta. Por incrível que pareça, é  o ecossistema marinho que mais sofre com os plásticos. Como é que vai parar tanto plástico ao mar!? E depois os animais marinhos confundem o plástico com comida, e isso causa-lhes a morte. Tão triste. Mas é assim!

 

Vi na televisão há poucos dias, uma reportagem, em que um mergulhador encontrou um saco de plástico no local mais profundo do oceano. O tal senhor desceu quase 11 mil metros na Fossa das Marianas, no oceano Pacifico. Certamente seria mais bonito se visse  bonitos corais e a vida encantadora marinha.

 

Estou diariamente num sítio, onde tenho de oferecer sacos aos clientes, e onde, muitas pessoas, já chegam à caixa com produtos dentro dos sacos da fruta, porque esses ainda são gratuitos. Por exemplo, trazem um saco da fruta com um sabonete lá dentro, outro com um pacote de cereais , o que era perfeitamente  evitável, já que os sabonetes já vêm revestidos com papel ou plástico, tal como os cereais já vêm numa caixa de cartão! Esses sacos da fruta além de serem para a fruta, servem,  por exemplo, par colocar um pacote de farinha ou de açúcar que se rebentou! Felizmente, parece que até esses sacos da fruta serão substituídos. Para mim, já estou à espera de uns da "Maria Reduz"!

 

Há muito exagero no uso do plástico, em embalagens, em utensílios, em sacos. Felizmente têm surgido algumas medidas, como o exemplo,  dos sacos passarem a ser pagos, de existirem ecopontos destinados à reciclagem, de mais programas de televisão sobre o ambiente, de manifestações, de mais informação, de passarem a existir mais locais para as beatas, e multas para quem  as deitar na rua, na via pública, no chão, na praia.  Até já existe um  um Eco-cinzeiro .

DbvHLHLW0AEUJN8[1].jpg

Eu estou aqui a escrever sobre o assunto, mas também cometo erros ambientais, mas estou mais consciente, e vou tentando corrigi-los!

Dia mundial do meio ambiente

O facto de na década de 90 ter vivido uma temporada num pais onde nos supermercados, não existiam sacos de plástico, nem de oferta nem para venda, por questões ambientais, tornou-se uma pessoa mais douta nesta matéria. Mesmo antes dos sacos serem pagos, eu já não os usava muito, pois já tinha sempre dentro da minha mala um saco ecológico! E não era só o facto de não existirem sacos de plástico, havia toda uma preocupação em manter o país limpo, não havia quem deitasse lixo ao chão, um país tão limpo e organizado, que dava gosto percorrer aquelas ruas e respirar aquele ar puro!

 

Talvez por ter tido esta oportunidade, me tenha tornado mais consciente. Foi como ter tirado um curso intensivo em ambiente. Talvez por isso, como operadora de caixa de supermercado, fique um pouco chocada em ver como as pessoas consomem sacos de plástico. Creio que mesmo que o preço subisse para UM euro, as pessoas iam continuar, porque falta informação. As pessoas não percebem que muitos destes sacos de  plástico vão acabar por ir parar ao mar, e que daqui a uns tempos o peixe vai deixar de existir. As gerações que vierem, vão dizer "mas eles sabiam que isto podia acontecer, e mesmo assim, não fizeram nada para impedir!"

 

Não são só os sacos de plástico do supermercado que precisamos reduzir, são também muitas das embalagens dos produtos, há produtos que vem embalados em sacos por fora e depois individualmente em saquinhos por dentro. É um exagero de plástico. São os descartáveis.  Pelo menos que tenhamos a consciência de depois de usados os colocar nos ecopontos corretos!

 

Deixo a minha resposta à RFM, bem como alguns slides para reflexão!

eucologique.jpg

61693158_1918807251558282_4266883372434849792_n[1]

oceanosplastico.jpg

61857676_1918806871558320_4404296259750330368_n[1]

abarplastico.jpg

Não há ambiente, que tanto plástico aguente!

14660300_dEdfZ[1].jpg