Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Vamos abrandar?!

 

 

Sabem uma coisa? Acho que devíamos todos de abrandar...é demais a pressa que todos nós trazemos connosco! Hoje essa pressa deu "barraca". Ainda não tinha concluído o atendimento á cliente A (faltava sair o talão da impressora), já a cliente B estava a passar o carrinho vazio para o outro lado " atropelando" a cliente A. Começaram a ralhar, a cliente A tinha toda a razão, mas a cliente B não percebeu ou não quis perceber. Para evitar este tipo de situação, aconselho a que o cliente B aguarde a sua vez, deixando que o cliente A receba o troco, os talões e pegue nos sacos ou coloque os mesmos no carrinho (caso tenha um) e só depois o cliente B tome o seu lugar. Já tem acontecido usando o mesmo exemplo, o cliente A estar a marcar o código porque fez pagamento em multibanco e o cliente B estar quase em cima deste em vez de estar do outro lado a aguardar. Depois o cliente a diz que o Sr.B está a "decorar" o código e de seguida lá vêm mais uma "peixeiradazinha".

 

Por isto eu digo que temos de abrandar. No decorrer destes episódios, uma cliente que é emigrante no Luxemburgo disse-me que lá onde ela vive as pessoas não são assim, e ela diz que isto aqui lhe faz muita confusão. Lá as pessoas também tem horários a cumprir, mas andam tranquilos. Enfim isto deve ser uma questão cultural, mas seria bom pensarmos um pouco nisto!