Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Os sacos podem e devem ser lavados

caixasacos.jpg

Como já aqui escrevi, agradou-me o facto de os sacos serem pagos, pois assim as pessoas usam-nos menos, e o ambiente fica a ganhar.

 

No inicio desta medida, alguns clientes , disseram-me que poderia haver o problema, de os sacos começarem a ficar com maus cheiros, devido às várias reutilizações. Eu julguei que tal não ia acontecer, pois sempre os podíamos lavar.

 

No entanto,  há um cliente, que nunca comprou sacos, continua a usar sacos daqueles que já têm mais de dois anos, os que eram gratuitos e tem um de serapilheira, porque o continente, na altura da mudança, ofereceu um a cada cliente. O que acontece é esse cliente tem os sacos negros/amarelos e cheiram tão  mal, tão mal, e estão tão sebentos. Ele pode estar na fila, ter quatro pessoas à frente, que o cheiro chega até mim. Não sei como alguém consegue transportar comida dentro daqueles sacos. Para mim, aquilo fica tudo contaminado... E o pior de tudo, é que  ele coloca-os sobre o tapete e nós temos de pegar neles e passar para o outro lado! Aquele cheiro faz-me tosse, deixa-me mal disposta, agoniada. Os sacos devem de ser reutilizados sim, mas chega a uma altura, que temos mesmo de os substituir, e até lá, devemos de ir cuidando deles. Não terá  este senhor água e sabão em casa?

 

Sei que não me fica bem estar a relatar este facto, mas além de desabafo é uma forma de alerta... E num supermercado onde passam centenas de pessoas, haver um cliente, nesta situação, não é mau de todo!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.