Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Nós, não estamos habituados a ver esta situação

Como de costume, nesta altura do ano, já chegaram os sotaques, ou melhor os emigrantes. A língua francesa, principalmente,  já se ouve nos corredores e linha de caixa do supermercado, onde trabalho.

 

Hoje  um casal já habitual, observou uma situação com emigrantes, e comentaram-na comigo. Disseram-me que era um jovem casal português a falar francês (acho que os ouviram a falar as duas línguas). Tinham uma criança com eles que deveria ter uns dois anitos. Acontece que o dito casal, deixou a criança sentada no carrinho sozinha num corredor, enquanto eles, os pais, andavam em outros corredores,  longe da criança. Esta senhora, que falava comigo, até me disse que teve de desviar o carrinho da criança para passar e os pais completamente alheios a tudo. A mulher ainda me disse, que ela bem poderia ter levado o carrinho com a criança dali para fora, que eles nem se dariam conta!

 

Entretanto, consegui ver o dito casal e a criança, que me pareceram, bem tranquilos.

 

Disto eu tiro pelo menos três  conclusões: ou no país onde eles estão a viver há tanta segurança, que faz com que eles estejam convictos que não haveria qualquer problema; ou acham que estando em Portugal e na terra, ninguém faria mal à criança; ou ainda, são daqueles pais tranquilos, sem stresses!

 

imagem23.jpg

Mas, a criança nem reclamou nem nada!? Que criança, tão calminha!

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.