Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Bloguista, ser ou não ser, eis a questão!

catologarblogues.jpg

Muito se tem falado, ou melhor, escrito em blogues. Muitos têm opinado, sobre o que é ser bloguista, o que é a blogosfera…Aliás estes conceitos já estão mesmo no dicionário .

 

Cada um é livre de ter a sua opinião. E a que escrevo, é apenas a minha, e vale por uma!

 

Então, para mim, um bloguista, para usar a palavra do português europeu, é uma pessoa que tem um ou mais blogues e escreve neles com a frequência que deseja ou pode. O blogue pode ter uma temática específica, ou não, são os autores ou autor que decidem isso. A blogosfera, é, digamos assim, a comunidades, o “bairro”, o universo onde tudo isto se passa; onde se interage com outros bloguistas. Ter um blogue, é um hobby, não é um emprego.

 

Agora outra questão de que se fala, é de bloguistas ganharem dinheiro com os seus blogues, mas , mesmo assim, continua, a ser um passatempo, não sei se no futuro, lhe passarão a chamar emprego.

 

Da minha experiencia pessoal, ganhei dinheiro apenas duas vezes com o blogue, mas apenas aconteceu, porque a publicidade estava relacionada com o tema do meu blog ”A lupa de alguém”. Entretanto, depois para continuar, teria de me inscrever nas finanças, passar recibos verdes, e achei que não valia a pena, não compensava. Não voltei a fazer, e já surgiram , outros convites, só que quem faz os mesmos , pede para que além de colocar um banner, eu redija um texto, que não tem nada a ver com a temática do blog (que sempre foi a mesma desde há 8 anos) teria de escrever sobre os produtos da empresa. Ora, assim, o blogue deixaria de ser meu, eu teria de escrever para agradar alguém, alguém que me estava a pagar, assim, se calhar, já não seria bem um hobby.

 

Agora, nos blogues de moda, por exemplo, acredito que as marcas concedam produtos aos autores para os testarem. Mas e se o bloguista não achar que o produto tem qualidade, escreve na mesma, bem, sobre o mesmo para receber o seu cachet?

 

Claro que, também deve de haver outras opiniões, bem fundamentadas e diferentes da minha. Li uma, que, tive de discordar, alguém disse «(…) Se não querem ser profissionais, e apenas escrever um diário pessoal, sem fins comerciais, serão outra coisa qualquer na vida, mas não blogger!» Vi este parecer aqui   .

 

Então, mas agora, há bloguistas profissionais e amadores? Os profissionais, são aqueles em que os autores são pessoas famosas!? Eles são mais bloguistas que eu? Ou os profissionais são os que ganham dinheiro e são particionados por marcas?

 

Para mim, podia chamar profissionais aos que escrevem bem, com correcção. (Sei que não é o meu caso, pois, tenho consciência dos pontapés que dou na gramatica!) Os jornalistas, por exemplo. Mas há mais, os professores os psicólogos. Esses, prestam realmente um serviço é comunidade. E esse serviço é normalmente gratuito! Os autores são profissionais nas suas respectivas áreas.

 

Eu acredito que exista mais blogues e bloguistas que escrevem para partilhar experiencias, desabafar, descomprimir, aconselhar, divertir, receber conselhos, elogios, criticas, se forem fundamentadas, muitos até no anonimato, do que como forma de ganhar dinheiro e de dar nas vistas!

 

Se calhar, podíamos pedir opinião sobre este tema a alguém com conhecimento de causa para opinar, um jornalista, por exemplo, e mesmo á equipa do Sapo Blogs, já que as outras plataformas, não têm uma cara/imagem/pessoa…

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.