Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

O que importa é ter ideias e não desistir...

 

Na minha luta pela substituição dos vulgares sacos de plástico, consegui através deste blog e de duas pessoas, a quem eu muito agradeço (elas sabem de quem falo), chegar a um departamento da Sonae. Na verdade, o meu projecto não foi, para este departamento inovador, mas enfim fiquei feliz por pelo menos lá ter chegado.
Deixo vos hoje um resumo do meu projecto que foi á Sonae…
Projecto ”acabar com a plásticomania
 
1)    Encontrar uma empresa que faça os sacos de substituição (papel, serapilheira ou outro material que não plástico), ou/também usar os sacos verdes para dar inicio á campanha;
2)   Criar um slogan simples e apelativo (apropriado);
3)   Elaborar os cartazes, panfletos para distribuir pelos supermercados e pelos clientes. Cartazes simples e directos advertindo para os malefícios dos sacos de plástico.
4)   Distribuir um saco por cliente;
5)   Colocar também esta mesma publicidade em placards nas estradas por onde muitas pessoas passam;
6)   Publicitar na rádio e na Tv.
7)   Encontrar pessoas que se disponibilizem voluntariamente para participar nesta campanha, de preferência pertencentes a associações ecologistas;
8)   Os sacos de substituição, deverão ser trocados gratuitamente quando gastos, devendo assim o cliente só pagar o primeiro;
9)   Depois de vistos todos os pontos anteriores, eleger um dia no calendário para se realizar a campanha”acabar com a plásticomania”.
 
 
Propunha também que pelo menos neste dia proibissem a distribuição de sacos nos supermercados quer gratuitos ou não. Este dia seria simbolicamente o dia sem sacos de plástico. Tipo “não há saco!”
E depois posteriormente e para reforçar esta campanha sugeria que fizessem um desconto (do género de dar 5% a 10%) em cartão a quem não usasse os sacos de plástico. Outra ideia era trocar sacos vulgares por sacos ecológicos. (Como foi com as lâmpadas).
 

1 comentário

Comentar post