Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

O cliente modelo: um modelo de cliente

Será que ele existe?

 

O cliente modelo, cumprimenta com um sorriso, e se possível olhos nos olhos;

 

O cliente modelo não reclama da nossa forma de ensacar, a menos que haja uma razão para tal! Juntar artigos, ditos da mesma secção, no mesmo saco que mal tem? A não ser que um seja para o cliente e o outro seja para o vizinho, e a intenção seja levá-los já separados;

 

O cliente modelo, colabora ajudando a operadora a embalar as compras e não fica ali parado à espera que a mesma embale tudo sozinha;

 

O cliente modelo, não está a reparar ou a criticar alguma coisa que o cliente anterior ou posterior fez;

 

O cliente modelo, não está sempre a tirar sacos para levar lá para casa. Leva apenas os suficientes para carregar as compras;

 

O cliente modelo, leva sacos ecológicos de casa;

 

O cliente modelo  ao ouvir o total, não acusa a operadora de se ter enganado ou acusa a empresa de ter as coisas mais caras, pode dizer apenas que o custo de vida está muito caro, pois é a verdade;

 

O cliente modelo não diz que no supermercado tal, as coisas são mais baratas, se é assim porque não foi lá antes?

 

O cliente modelo não atira com o dinheiro ou o cartão para a nossa frente, mas entrega-o nas nossas mãos, tal como nós fazemos no retorno;

 

O cliente ideal não faz queixa à operadora do tempo que esteve à espera em outra secção, ou mesmo de outra (o) colega (a não ser por um motivo realmente sério), pois é embaraçoso;

 

O cliente modelo, despede-se no final com cortesia.

 

Estas são algumas das características que me lembrei, mas certamente há muitas mais. Da minha parte, eu acho que essencialmente um cliente além de comprar e levar as coisas para casa, o que também quer é ser bem atendido.

 

A utopia da “operadora de caixa modelo/ideal” fica par uma próxima vez, onde pedirei a vossa colaboração.

 

7 comentários

Comentar post