Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Permitido atender o telemóvel na fila do supermercado...

Numa hora de muito movimento, estou a mil à hora a atender as pessoas para ver se a fila diminui. Toca o telemóvel da cliente que estou a atender. A senhora começa a procurar o dito na sua mala. Procura, procura e não encontra.  Concluo o registo, e a senhora demora um pouco por causa do telefonema. O senhor que estava na fila, chama-me e diz: " Você não devia era permitir que atendessem o telemóvel! Tem de se impor!" Olhei para o senhor, (muito bem aperaltado) e pensei: " será que este tipo manda aqui alguma coisa?" Mas acho que não, pelo menos ali não manda nada!

 

Mas onde é que esta pessoa foi tirar a ideia de que euzinha tinha de impedir a cliente de atender o telemóvel? As pessoas é que têm de ter consciência se estão a atrapalhar o funcionamento da fila ou não! "Estou na minha vez, não estou?!" Foi o que a cliente disse!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.