Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Banalidades...

 

Como jà referi algumas vezes, o trabalho de operadora de caixa é um pouco estàtico. Muitas vezes là acontece uma coisa ou outra para quebrar a monotonia. São na maior parte das vezes os nossos clientes que nos proporcionam essas "quebras". Tenho alguns episódios em mente de situações engraçadas e outras que nem tanto. Acontece diversas vezes um cliente passar à linha de caixas pagar as suas compras, sair e minutos depois voltar à loja. Nestes casos , o cliente ao passar pela segunda vez na mesma caixa diz :"olhe menina cà estou eu outra vez, esqueci-me do pão!" Em dias que chegam a passar centenas de pessoas pela mesma caixa é dificil para não dizer impossivel decorar uma cara, e por isso ás vezes o que o nosso semblante diz ao cliente é " não me lembro nada de  já o ter cá visto!" É claro que não faço este comentário assim, mas acho graça a esta atitude, comparo esta situação como o que acontecia aqui há uns anos em ambiente de bairro onde todos se tratavam pelo nome...