Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Porquê esta azafama pelo natal?

Dizia hoje uma cliente:"...mas se o menino Jesus nasceu tão pobrezinho, no meio de um burrinho e de uma vaquinha,  nem roupa tinha, nem uma manta para se tapar, teve de se tapar com palhinhas...porque é que nós andamos aqui nesta correria a chocar uns com os outros e a comprar tantos luxos!Porquê"!?

  

Post com recorte no {#emotions_dlg.happy}

 

Atitudes

Já tinha fechado a cancela da minha caixa e dito aos clientes que a ela se dirigiam, que a mesma tinha encerrado. Hoje era um dia em que havia um peditório de alimentos para animais. E quando eu estava na caixa a concluir a ultima cliente, chega uma outra, apenas com uma lata de comida para animais, e pergunta-me se a posso atender. Eu respondo que não podia, porque já tinha dito a outros clientes que vieram antes dela que a caixa estava fechada. Responde-me: " Isto era só para ajudar os animais, mas se não me atende, vou lá pô-la!" Eu podia dizer :"ah então se é assim, venha cá que eu atendo-a"! Mas se o fizesse não estava a ser correcta com os outros clientes. Não o fiz! Mas a situação incomodou-me bastante, não só pela atitude da cliente, que para mim, foi uma espécie de chantagem, mas também porque era mais uma refeição de um animal que se perdia. Então, resolvi eu própria ir comprar aquela mesma lata de comida, juntei à que eu já intencionava comprar e entreguei ambas à Associação.

Assunto resolvido!

 

Post com recorte no {#emotions_dlg.happy}

A 500 metros do "meu" Continente há um Pingo Doce

Imagem do SOL

 

Logo pela manhã os clientes que chegavam ao Continente, contavam o que se passava no Pingo Doce que era mesmo ali ao lado. Contavam que lá em  compras acima de 100 euros davam  um desconto de 50%. Uma cliente mostrou-me mesmo o talão onde vinha escrito oitenta euros de desconto imediato. À partida é uma promoção bombástica, e nesse aspecto o grupo está de parabéns. O problema são mesmo as consequências: muitas pessoas, empurrões, discussões, brigas, filas, horas de espera, falta de produtos nas prateleiras, falta de carrinhos para tanta gente, falta de lugares no parque de estacionamento. Uma cliente contou que lhe chegaram a oferecer dinheiro pelo seu carrinho vazio.

 

Alguns clientes tiveram a lata de me pedir sacos para ir à concorrência. Houve até uma situação em que um cliente roubou  dois carrinhos do parque do continente para ir ao Pingo Doce, e indo a pé aquilo ainda é um bom bocado.

 

Uma cliente disse-me que tinha entrado lá, mas quando viu o estado caótico em que o supermercado estava, resolveu sair, pois aquilo parecia que vinha aí a guerra; uma outra cliente dizia que era pobre mas não era maluca; outra cliente dizia que já lá tinha estado mas que estava ali (no continente) porque lá já não havia açúcar. Soube também que na falta de carrinhos, os clientes colocavam os artigos em caixas e até aos montes no chão! Contaram-me também que as quantidades estavam racionadas, mas que havia batota. Soube que também lá esteve a polícia.

 

Se calhar, este  Pingo Doce é pequeno demais para tanta gente,  ou  possivelmente não pensaram que a adesão fosse em tão grande número, e o civismo nestas horas é esquecido, e o vale tudo assustou algumas pessoas e as fez recuar.

 

De tanto ouvir falar no PD, resolvi ir lá espreitar, mas dei uma volta ao parque e não encontrei estacionamento, havia automóveis estacionados em tudo quanto era lado, pessoas à porta. Demorei imenso até conseguir sair do parque e não cheguei a entrar, aquilo estava mesmo confuso.

 

Esta promoção vai ficar na história do grupo como a mais bombástica de sempre e nos tempos que correm, a malta agradece! Só há a lamentar os danos colaterais.

 

Nota: mesmo com toda esta promoção, o continente não esteve vazio!

     

Post com recorte no {#emotions_dlg.happy}

Marcas brancas e marcas do distribuidor

Quero agradecer ao Sapo Blogs por ter recortado o tema do post anterior!

 

Queria também deixar um esclarecimento que recebi por email, (de alguém que percebe do assunto) sobre os termos "marcas brancas" e "marcas do distribuidor".

«Olá,
Sigo o seu blogue de vez em quando e várias vezes li sobre "marcas brancas". De facto, vulgarmente diz-se que as marcas do distribuidor são marcas brancas o que está incorrecto. Marcas brancas não existem há muito anos em Portugal, eram aquelas que de facto vinham em embalagens todas brancas e sem indicação de marca. Hoje o que existe em Portugal são marcas do distribuidor, marcas que têm vindo a ganhar espaço não só na prateleira como na escolha dos portugueses uma vez que são mais baratas e, na maioria dos casos, muito semelhantes a uma marca que não seja do distribuidor.

Queria apenas deixar este esclarecimento uma vez que é algo que até há não muito tempo eu também não fazia distinção nem sequer sabia que existia. No seu blogue, poderá continuar a utilizar "marcas brancas" pois é o que muitas pessoas reconhecem ou utilizar "marcas do distribuidor" que é, de facto a designação correcta mas que ninguém é obrigado a utilizar. Achei apenas que devia partilhar consigo este pequeno detalhe.»

Tanto? A menina não se enganou?

A crise está cada vez mais saliente nos tempos que correm. Acontece demasiadas vezes, os clientes se surpreenderem com o total da despesa. E aquela frase a menina não se enganou é repetida vezes sem conta. Muitas vezes, eu própria estranho o total e confirmo o talão dos clientes. Acabamos por concluir que o resultado está mesmo certo!

A melhor alternativa para estes tempos são as marcas brancas. Ainda bem que o assunto já foi falado em programas e noticiários da TV, talvez assim as pessoas aceitem que as marcas brancas tem qualidade.

O exemplo que deixo a seguir é a diferença entre dois cabazes , sendo um deles de várias marcas e outro de marca branca. A diferença é notável!

 

 

 

 Sigam este link e vejam a diferença...

 

Post com recorte no {#emotions_dlg.happy}

Vejam como foi a minha ida ao "Boa tarde" Sic

Posso dizer que não correu mal, mas poderia ter corrido melhor! Digo isto porque eu não conseguia falar. Quando vi tantas câmaras , fiquei sem saber para onde tinha de olhar, queria dizer tantas coisas e não consegui. A Conceição até me pareceu bastante acessível, simpática e brincalhona. Talvez o problema tenha sido meu. Eu achava que íamos falar com ela antes de entrarmos no "ar", mas não aconteceu. Tudo aquilo era novo para mim. A parte dos bastidores foi giro,  o nosso grupo estava numa salinha bastante acolhedora, a aguardar a entrada. Adorei a maquilhagem e o penteado.   Para quem não assistiu ou para reverem, aqui fica o vídeo. Espero que gostem!

  Post recorte no {#emotions_dlg.happy}

 

 

 

O IVA da água engarrafada...

Uma cliente pergunta-me se o IVA já tinha sido actualizado ali no supermercado. Eu a principio não estava a perceber, mas depois quando ela me apontou para os garrafões de água que levava, lembrei-me logo do Primeiro Ministro e de uma das medidas de austeridade que consiste em taxar a água a 23% de IVA. As pessoas já começam a andar preocupadas. Certamente vão comprar a água toda antes que chegue a nova taxa. Isto está bonito está!