Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Mais uma rima para guardar

Lembram-se que no inicio deste blogue , eu falava muito do sr. Provérbios. Um senhor que é cliente habitual, que nos visita diariamente, apesar  de ir mais em passeio do que ás compras. Mas assim, vai curtindo a reforma, que segundo ele, é  boa. Um senhor que costuma ter sempre um provérbio, uma frase, uma rima, algo assim do género.

 

Este senhor anda sempre de bicicleta, a quem chama de "o meu Mercedes". Ao que parece gosta mesmo muito de bicicletas.

 

Hoje quando lhe perguntei se queria contribuinte na fatura, e talvez porque acredite, que as faturas ainda são premiadas e que o prémio é um carro. Responde que não quer carros, porque só gosta de bicicletas. E remata com isto:

 

 "É uma mania

que tem a criatura

e quanto mais o tempo passa

mais a mania dura!"

 

misterprov.jpg

 

O dinheiro na minha mão, é como manteiga em focinho de cão

Uma cliente chega à minha caixa, a dizer: "Vinha só comprar duas coisas e levo tantas, nem trouxe carrinho"! Mas lá foi arrumando os seus artigos, e no meio de um suspiro, diz-me: "O dinheiro na minha mão, é como manteiga em focinho de cão"! Como já aqui disse, eu praticamente colecciono todas estas expressões e ditos dos clientes e este é mais um para a lista!

 

aqui.jpg

Já conheciam esta!? Alguém concorda ou se identifica!?

Se queres mel, suporta as abelhas

Sempre gostei muito de citações, expressões, provérbios. Tenho aprendido algumas com os clientes, como estas.

 

No entanto hoje, trago uma outra: se queres mel, suporta as abelhas.

meleabelhas.jpg

O mel* só chega ao fim do mês, e as abelhas vão aparecendo... quase dia sim dia não!

* O mel não é só o ordenado, também há muitas pessoas/clientes que nos trazem mel!

O Sr.Provérbios é uma simpatia!

Volto a falar de clientes habituais, aqueles a que também gosto de chamar: clientes do costume. Este velhote, o Sr. Provérbios é um deles, pois passa por lá quase todos os dias e às vezes mais que uma vez!.

 

Mesmo quando não é atendido na minha caixa porque a fila está grande ou por outro motivo passa sempre pela Lupa nem que seja para dizer: "ora viva"! Hoje atendi-o na minha caixa e ele em jeito de provérbio e cortesia disse-me :" bem disposta, trabalha no que gosta!?" Faz-me sempre sorrir a sua simpatia depois disse-me que a versão original seria:" bem disposto, trabalha com gosto?" mas como estava a falar com uma senhora adaptou o cumprimento. São gestos destes tão simples que nos fazem sentir valorizadas!