Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Se o prazer foi dela, porque tenho eu de lhe dar prioridade?

prioridade.jpg

Quando eu penso que já mais nada há de novo neste universo, eis que surge algo de novo. Eu perguntei a uma senhora já bastante grávida se queria passar, respondeu afirmativamente e atendi-a.

 

Quando esta cliente  saiu, um senhor, homem aí dos seus 30 ou mais anos diz-me: “A sua atitude foi muito bonita, mas errada! Aquela senhora se está assim, foi porque teve um prazer, não tinha que passar à frente, além disso vem acompanhada pela mãe. Ela podia ir-se sentar e a mãe vinha para a fila”! Eu disse-lhe que não era isso que estava na nova lei, ao que ele me respondeu que a lei, estava ERRADA!

 

Como diria o Fernando Pessa, e esta, hein?

pessa.jpg

Não existe qualquer lei que regule o atendimento prioritário

 

Não existe qualquer lei que regule o atendimento prioritário. Ter esta caixa é opção da empresa e é a esta (empresa) que compete regular o seu cumprimento... É a operadora ou a cliente que tem de pedir permissão á fila (delicadamente)  para que lhe cedam lugar.

 

Encontrei este escrito algures e queria partilhar com os visitantes e amigos…