Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

Sobre o atendimento prioritário

«De acordo com as novas regras, têm direito a prioridade os idosos com mais de 65 anos ou com limitações perceptíveis, as grávidas, os deficientes que sejam portadores de comprovativo de incapacidade igual ou superior a 60% e os acompanhantes de criança de colo com idade igual ou inferior a dois anos. Se houver várias pessoas naquelas circunstâncias na mesma fila de espera, o atendimento é feito por ordem de chegada. » in jornal sol

filas.jpg

 

Estava a atender uma senhora com um carrinho cheio, numa caixa normal, sem prioridade. Vem uma senhora com dois artigos, pede se a deixa passar, a senhora deixa. Acabo de atender esta, chega um velhote com poucas coisas e pede também passagem. A cliente responde: “peço desculpa, mas já dei passagem a uma pessoa, estou cheia de pressa não posso dar mais passagem, se não nunca mais daqui saio!” E a resposta do velhote é a seguinte.” Você sabia que se eu quisesse, com a nova lei, eu passava e pronto!”

 

E este velhote, não tinha nenhuma limitação perceptível, era apenas idoso. Só com esta situação, consigo adivinhar o que aí vem. Como eu sempre disse, o importante é usar o bom senso. Também não sei ainda, se vai deixar de existir uma só caixa prioritária e se todas as caixas vão funcionar da mesma forma, como este senhor deu a entender. Mas, se assim for, é lógico que vai dar confusão. Muitas pessoas, estão imenso tempo na fila, têm pressa, e depois chega finalmente a vez delas, e aparece uma pessoa prioritária e passa sem qualquer consideração por esta…

 

Aqui há dias recebi um email de uma leitora do blog que me contava um episódio passado consigo. Onde uma senhora de cadeira de rodas pediu para passar. Deram-lhe passagem. Mas esta senhora apenas passou, quem colocou as compras no tapete , as arrumou, fez o pagamento, foi o marido, ficando esta senhora apenas do outro lado sentada à espera. Que me diriam desta situação!?

 

Muitas vezes é certo que as pessoas são inflexíveis e intolerantes para com os clientes prioritários, mas noutras vezes, também são estes que abusam da sua condição. Tem de haver bom senso de ambas as partes. Seria tudo mais fácil se assim fosse.

 

A nova lei entra em vigor no final do mês de dezembro, no dia 27 mais propriamente. Estou na expectativa para ver no que vai dar…

33 comentários

Comentar post

Pág. 1/2