Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A capa

O desenho da capa é da autoria de Sara Teixeira. Tem ou não tem a "cara" de ambiente de supermercado!?

Só um grande talento para conseguir captar tão bem uma postura tão real, estando do lado de fora!

 

Promoção no peixe fresco

Hoje, sábado, foi um dia em que o peixe fresco estava com desconto imediato de cinquenta por cento. Apesar do nosso continente ser de tamanho médio, continente modelo, as filas na peixaria estavam uma loucura. Houve clientes que me disseram ter trinta números na sua frente, houve clientes que acabaram por desistir e outros houve que compraram imensas quantidades de peixe.

 

Mas depois, aparecem aquelas pessoas, que quanto a mim são inteligentes nas suas observações, e estas diziam que as pessoas levadas pela insensatez, acabavam por comprar quantidade exorbitantes de peixe,  que vão acabar por ter de o congelar, e assim , o peixe vai acabar por perder todas aquelas propriedades do peixe fresco. E comprar fresco para congelar, é o mesmo (em preço e em qualidade) que comprar congelado. 

 

No entanto, estas mesmas pessoas diziam, que o que faz as pessoas terem estas atitudes, é o estado de miséria em que o pais se encontra!

 

Cada macaco no seu galho

Há coisas que dificilmente me habituarei. Uma delas, é a invasão do nosso, já tão pequeno, espaço. Ou é para nos tirarem a caneta, ou é para tirarem-nos sacos da frente, ou até mesmo os artigos das nossas mãos,  antes de devidamente registados...é impressionante! Mas a última que sucedeu na minha caixa, foi um cliente, já com alguma idade (pelo menos suficiente para ser educado), se debruçar sobre o tapete de forma a carregar no botão que faz andar o tapete! È que não há respeito algum! Pois além de estar a invadir, ainda está a chamar a operadora de caixa de incompetente, por não ter ela, já puxado o tapete. E que tal esperar um bocadinho? Se a operadora ainda não puxou o tapete é porque tem outras tarefas mais urgentes, ela não se esqueceu ou não o fez porque não lhe apeteceu! Pensa que se vai despachar mais cedo por isso!?

Irrrrr

E foi há dois anos...

E faz hoje dois anos que fui com as minhas colegas pela primeira vez à SIC, a propósito da publicação do meu 1º livro. Saímos da zona onde vivo com um dia ameno e até com sol, mas o regresso foi debaixo de um grande temporal com muita, muita chuva!

 

Um gabinete de apoio

Num dia com intenso movimento, um cliente a quem pergunto se tem cartão do continente, responde-me que quem tratava disso era a esposa, mas que ela agora estava num lar porque teve um AVC. Percebi o quanto ele precisava de falar e fiquei com pena de naquele momento não lhe poder dar atenção e até de ter palavras de conforto para lhe dizer. Mas nos dias de grande movimento é tudo a correr e a despachar...

Horas depois ainda fiquei com a imagem na cabeça e pensei como seria bom existir um gabinente no supermercado de apoio a estes indivídos, onde uma pessoa formada em sociologia ou psicologia estivesse por lá, para auxiliar...

Ou não percebem ou não fazem um esforço para perceber

Estou no meio de uma conta, e na fila apenas está um cliente com um jornal. A cliente que estou a atender pede-me para ir num instante buscar algo que se esqueceu e o cliente do jornal diz-me : " olhe, já que ela foi lá, passe-me aqui o jornal num instante"! Respondo que não posso porque estou no meio de uma conta. O cliente insiste: " mas isso era num abrir e fechar de olhos, ela nem dava por isso"!

picture4567.jpg

Pág. 1/2