Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lupa de alguém

Sou operadora de caixa num supermercado Continente modelo. É esse universo que eu trato neste espaço...

A lata deles

juty1207.jpg

Um casal já de meia idade, depois de colocar quase todos os artigos no tapete, passa com grande rapidez o carrinho e curva-o para um lugar onde a minha vista não alcança o seu conteúdo. Mas eu vi que tinha lá alguma coisa. Vou ver eram pacotes de leite, e disseram: "está aí um em cima, quando lá chegasse a gente avisava"! Ao que eu respondi: "mas eu tinha de confirmar, e a correr   assim com o carrinho, como é que eu confirmava!?"

 

E ficaram em silêncio o resto do tempo. No entanto eu agradeci e despedi-me com toda a educação. Mas fiquei em alerta, pois isto assim, mesmo que até tivessem boa intenção, não foi correto da parte deles.

Há pessoas tão esquecidas

Uma pessoa quando estaciona a viatura no parque de um  supermercado, já sabe à partida, em que estabelecimento está a entrar e o que vai lá fazer, certo!?

 

Por vezes parece que não, pois a pessoa entra, esquece-se dos sacos na viatura, esquece-se de um carrinho para transportar os artigos, deixa sempre algum artigo para ir buscar mais tarde, esquece-se verificar se tem cupões ou se precisa de os imprimir, esquece-se até de confirmar se leva a carteira! E o que faz!? Vai a correr fazer todas estas tarefas, enquanto, muitas vezes,  o tapete  fica cheio de artigos, e outros clientes desesperam na fila!

 

As pessoas, têm todo o direito de ser  despassaradas, desde que não prejudiquem os outros!

despassarados.jpg

Se quer/precisa de prioridade, peça, solicite, avise

Era sábado. Havia filas. Nestes momentos a minha preocupação é ser o mais profissional possível e ser despachada.

 

Quando chega a vez de uma jovem (acompanhada por uma senhora mais velha) diz-me :

 

Jovem - Você tem de ter mais cuidado, porque agora não dar prioridade é crime!

 

Olhei para a jovem que me pareceu normal, supus que fosse gravidez, e disse-lhe:

Eu - Sim, mas se conhece a lei, também deve saber que é o cliente prioritário que tem de se manifestar, principalmente se o facto não é visível.

 

Ela a rir-se responde:

Jovem - Não é visível!? Oh por favor!

 

É quando olho para o chão e vejo que tem uma ligadura na perna do joelho para baixo, e respondo:

Eu - Pois é, mas eu não estou a olhar para baixo. Não custava nada pedir...

 

Mesmo sabendo que tem de ser o cliente a solicitar a prioridade, já muitas vezes, ao ver alguém nestas condições, eu pergunto ( e uma vez um senhor disse-me que eu não podia perguntar, que tinha de deixar que me pedissem, porque era assim que estava na lei), mas neste caso não vi...lojista.com.jpg 

Acho que não havia necessidade deste tratamento por parte desta jovem, parecia que me estava a ameaçar. Será que agora, além de todas as tarefas que estou a fazer, tenho de estar a ver se há alguém prioritário? Ainda há dias uma outra jovem que tinha um bebé, disse que não queria prioridade...

 

Creio que faz todo o sentido que seja a pessoa a se manifestar. Aliás se repararem, em muitos locais junto ao cartaz do aviso de prioridade, há um pedido para que avise o funcionário, porque ele não adivinha se é prioritário e se quer usar esse direito...

 

Ainda sobre a prioridade

Este assunto já está mais que falado, mas vale sempre a pena, relembrar

prioridades002.jpg 

Numerei as situações, para conseguir explicar mais facilmente. A prioridade vai para:

 

1. A grávida

 

2. Pessoa acompanhada de criança de colo, até aos dois anos de idade. 

 

3. Pessoa idosa, que tenha idade igual ou superior a 65 anos e apresente evidente alteração ou limitação das funções físicas ou mentais.

 

A pessoa com o nº4, não tem prioridade, pois a sua criança tem mais de dois anos. Costumo chamar em jeito de brincadeira, ás situações em que as pessoas que julgam ter prioridade e não têm;  ou às que têm falta de bom senso de divas da prioridade. O nome chegou-me através de um comentário e eu adotei-o!

prioridades003.jpg 

5. Pessoa com deficiência ou incapacidade.

 

A pessoa com o nº6, é acompanhante da pessoa com deficiência. O Diploma prevê o direito de atendimento prioritário para a pessoa com deficiência não estando previsto no diploma qualquer normativo sobre a abrangência do direito da prioridade aos acompanhantes. Exceto no caso de o acompanhante estar a exercer a representação da pessoa com deficiência, ou seja, se estiver a agir no interesse da pessoa com deficiência, ou se se tratar de apoio personalizado. 

 

Este ponto nº6, não é fácil, para quem está no meu lado, ter de avaliar se o acompanhante pode ser atendido logo com o prioritário ou não... Acontece mais com as grávidas, vem a mãe, vem a cunhada, vem a prima. Em princípio só a grávida pode passar à frente (mesmo que acompanhada pelo marido), mas e se as outras alegarem que estão a dar-lhe boleia, ou que ela não pode estar sozinha!?

 

Enfim, mais uma vez se apela ao bom senso...

 

Mais dois tesourinhos que partilho

Por vezes passa algum tempo sem que ouça ditados ou expressões novas dos clientes, no entanto, no espaço de dois dias, aprendi duas coisas novas, e ambas tendo ver com poupança, com gastos...

 

A primeira, tive de pedir ao senhor (um velhote queixoso dos gastos) para repetir, e espero tê-la apreendido bem:

 

burburinhodeumvelhote.jpg

 

Valha-me Santa Quitéria

Prima do tio Joaquim

Eu a fugir da miséria

E ela sempre atrás de mim

 

A outra foi uma senhora que vinha a dizer a frase para o marido:

 

salazarPortugal.jpg

 

Reduzir e poupar, mandava o Salazar! 

Terão os diabéticos prioridade num supermercado?

diabettes.png

«Diz a lei que grávidas, acompanhantes de crianças até 2 anos, seniores com limitações e pessoas com deficiência ou incapacidade, têm prioridade. E a lei é para cumprir, sob pena da entidade infratora arriscar uma multa que vai desde os 50 até aos 1000 euros.»

 

Já por duas vezes que alguém, estando na fila me perguntou, se o facto de ter diabetes, lhe dava prioridade.

 

De qualqer forma, sei que nos hospitais, os diabeticos têm prioridade. Andei a pesquisar, e o que encontrei nem foi em sites de Portugal, por isso não se se aplica à nossa realidade, mas aqui fica a dica.

 

«Pessoas portadoras de diabetes que forem insulinizadas ou que possuam problemas crónicos em função da doença também poderão utilizar as filas preferenciais em estabelecimentos comerciais, de serviços e repartições públicas.(...)Para ter direito ao benefício, a pessoa terá que apresentar documento que comprove a condição de diabético.»

O 10º aniversário do blog - uma década

tenyearsblog.jpg 

Como o tempo passa. Dez anos de blogue. Dez anos de partilhas, de convivências, de aprendizagens. Os primeiros  quatro anos no anonimato, e depois com a chegada dos livros, a lupa passa a ter uma cara, um rosto, um nome... A "Caetana" passa a ser a Anabela.

 

O balanço é positivo. Só tenho a agradecer, a todos os que me têm acompanhado. Obrigada por tudo. Espero continuar por aqui, com histórias para partilhar, para que assim possam entender melhor as operadoras de caixa. Para que não nos vejam apenas como robôs a registar produtos, para que vejam e entendam um pouco a pessoa, que é um ser, com sentimentos, necessidades... para que tenham noção da falta de civismo, impaciência, intolerância que existe numa fila, mas  para que também saibam que há clientes bem dispostos, compreensivos e animados, que melhoram sempre os nossos dias.

 

Tenho pena, de por vezes, não ter mais tempo, para o meu blogue, e para visitar e comentar os blogues que sigo, mas acumular as tarefas de mãe, esposa, dona de casa (e até dona de dois gatos), trabalhadora e blogger, nem sempre é fácil...

 

Agradeço também à plataforma Sapo Blogs, bem como à equipa, por estarem sempre disponíveis...

 

Sejam sempre bem vindos a este espaço.

 

Bem hajam! Felicidades!